sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

A 1ª Regra de combate à crise

Em tempos de crise a redução nos custos operacionais é a 1ª regra do gestor. Os processos de apoio internos devem ser reavaliados e repensados de forma a trazer maior produtividade e eficiência.

Um desses processos é a limpeza e conservação, que a princípio não é associado a produtividade das empresas. Porém num ambiente limpo e saudável as pessoas têm prazer em trabalhar e menor absenteísmo, gerando maior produtividade e menos custos por afastamento por doenças e consultas médicas.

Então, como avaliar este processo de apoio na sua empresa?

1) Comece questionando qual a quantidade correta de Agentes de Limpeza.

Sabia que existe método de cálculo de mão-de-obra por m2? Você sabia que em média, 35% do tempo dos Agentes de Limpeza é gasto “fazendo recado” (comprando lanche, cigarro etc, servindo cafezinho, transportando documentos, tirando xérox entre outros) para outros colaboradores.

2) Verifique se a equipe utiliza equipamentos profissionais de limpeza?

A utilização de artefatos domésticos (vassoura, pano de chão, rodo de madeira etc) além de por em risco a saúde das pessoas, desperdiçam tempo, e são proporcionalmente mais caros.

3) Cheque se os Agentes de Limpeza têm treinamento?

O desperdício de material de limpeza é enorme, em função da falta de conhecimento da aplicação e diluição correta destes produtos. Fora as situações em que pisos e móveis são manchados, queimados e destruídos por produtos usados de forma incorreta.

Pense nisso !

Adilson Barroso

3 comentários:

Anônimo disse...

Qual é o método de cálculo de mão-de-obra por m2? Como saber qual a quantidade de pesoal de limpeza em relação ao total?

Adilson Barroso disse...

Infelizmente não posso responder o questionamento diretamente, por que quem postou o comentário não se identificou e nem deu seu email para resposta. mas respondendo: existe uma Instrução Normativa editada pelo Antigo MARE A IN 18. que determina, de acordo com o tipo de limpeza( interna, externa, fachada, área envidraçada e hospitalar), a quantidade de m2 que um Aux. de Serviços Gerais consegue limpar e manter. A partir destas medidas é possivel determinar a quantidade necessária de mão-de-obra para compor o quandro da empresa.
Caso alguém queira conferir o seu quadro, mande um email para: bloglimpeza@gmail.com, que terei prazer em responder.


Adilson Barroso

masp disse...

Apesar de tardio meu comentário, encontrei uma calculadora de produtividade no site Calculadora que ajuda na avaliação de produtividade no uso de lavadoras automaticas.